20 de agosto de 2018

A VINÍCOLA ONDE É PRODUZIDO O ESPUMANTE FERRARI NA ITÁLIA


Quando viajamos um dos maiores prazeres é conhecer e provar as comidas e bebidas da região onde estamos, principalmente quando estamos falando de Itália, país que amo e onde come-se e bebe-se muito bem.
Eu particularmente amo champanhe ou espumante e claro que estando na França ou na Itália procuro o que é produzido em cada um deles e foi assim que conheci o FERRARI, um dos mais famosos e tradicionais espumantes italianos. Apesar de ainda pouco conhecido pelos brasileiros, a vinícola FERRARI tem mais de 100 anos de história dedicados à produção de vinhos espumantes na região do Trentino, no norte da Itália, usando o mesmo método do Champagne – com a segunda fermentação na garrafa.

Mas vocês vão me perguntar: Qual a diferença entre espumante e prosecco
Vamos lá: A denominação de prosecco é utilizada para os vinhos que utilizam o método Charmat ou Martinetti que usam a refermentação, e neste, tanto o tempo de produção quanto a complexidade técnica são consideravelmente mais baixos do que no método clássico. A Vinícola FERRARI usa o mesmo método do Champagne, vinho produzido na região de Champanhe na França ( método classico ou método champenoise ) e, por isso,  não é correto utilizar o termo “prosecco” e sim a denominação de origem, ou seja um spumanti Trento Doc. Já no Brasil acabamos utilizando os dois nomes indiscriminadamente para qualquer vinho espumante e isso está errado.
A tradição e busca pela excelência, como nos melhores champanhes franceses, fez com que em 2015 a vinícola recebesse o prêmio de melhor champagne/vinho espumante do ano pelo The Champagne and Sparkling Wine World Championships 2015 e esse ano a FERRARI recebeu 12 medalhas no mesmo concurso, colocando a Vinícola FERRARI entre os melhores produtores de espumantes em um nível internacional, abilitada a se destacar e mesmo ultrapassar as mais renomadas maisons produtoras de champanhe e outras importantes produtoras de vinho em todo o mundo. 
Tanto prestígio assim está atrelado a muita dedicação e paixão. E é na paixão que tem início a história secular da vinícola. Giulio Ferrari conhecia muito suas terras e pôde confiar nelas para alcançar o sonho da sua vida: criar entre as montanhas do Trentino um espumante único, original e especial.
Primeiro ele se dedicou à produção de uvas que fossem adequadas ao seu projeto. Depois de obter sucesso nesse quesito, Giulio Ferrari procurou a perfeição na produção de espumante, usando uma prensagem mais delicada para as uvas; selecionando as leveduras mais adequadas e deixando a segunda fermentação ocorrer lentamente nas garrafas.
Nasceu assim, no ano de 1902, o primeiro espumante FERRARI. Giulio não estava atrás de sucesso; sua meta era alcançar um alto nível de qualidade para seu espumante, mas, com o tempo, os prêmios e o reconhecimento internacional apareceram.  Em 1952, Bruno Lunelli, proprietário de uma loja de vinhos, decidiu apostar no produto e assumiu a direção da FERRARI. Profundo conhecedor do setor, direcionou a vinícola para o aumento da produção, sem perder a qualidade. O mercado mostrou que ele estava certo e o Ferrari se tornou um líder entre os espumantes produzidos com método clássico na Itália.
Em 2015 a FERRARI ganhou prêmio de melhor vinícola europeia pela WineEntusiast.
A Vinícola FERRARI fica na região de Trento, ao norte da Itália e pode-se marcar uma visita guiada seguida de uma degustação dos diversos tipos de espumantes ali produzidos ( Rosé, Perlé, Perlé Brut, Perlé Nero e Reserva Giulio Ferrari ).
Póximo dali fica o Locanda Margon, que é o restaurante da FERRARI, com uma vista para a cidade de Trento. O restaurante é criativo e inovador, o que combina bem com os espumantes da marca.
Há duas opções para almoço, ambas comandadas pelo Chef duplamente estrelado Alfio Ghezzi: o gourmet Lounge, para amantes da alta cozinha e o Varanda para aqueles que querem uma refeição mais rápida.
No Brasil o FERRARI pode ser encontrado nas lojas da IMPORTADORA DECANTER ou online AQUI .  
Para saber mais sobre a vinícola FERRARI  e agendar visitas acesse AQUI
Para reservas no restaurante : www.locandamargon.it/
 A VINÍCOLA FERRARI
 
OS DIVERSOS TIPOS DE ESPUMANTE FERRARI
LOCANDA MARGON, O RESTAURANTE DA VINÍCOLA FERRARI






14 de agosto de 2018

CIDADES E RESTAURANTES QUE FUI EM CRETA

Creta é uma ilha linda e mágica ! Fiquei encantada com sua beleza natural, suas cidadezinhas e sua culinária divina!
Nosso hotel era maravilhoso ( mostrei no post anterior ) e alguns dias comemos em seus restaurantes mas, claro, também saímos para explorar as redondezas e jantamos um dia em um restaurante em um hotel próximo, o Elounda Beach and Villas, outro na cidade de Agios Nikolaos que fica a uns 20 minutos do hotel que estavamos e na última noite fomos a pé à Plaka, uma vilazinha de pescadores típica e super charmosa.
Também fizemos um passeio de lancha de dia inteiro ( que alugamos no próprio hotel ) por praias e enseadas próximas e paramos em uma taverna super charmosa para almoçar.
A região de Lasiti que foi onde fiquei é extremamente agradável e com cidades muito charmosas e típicas para se conhecer; não é uma região de badalo, de festas, é mais para famílias e para quem está procurando descansar, curtir praia e comer bem.
Abaixo falo um pouco de cada restaurante que conheci, confiram! 


BLUE LAGOON NO HOTEL ELOUNDA BEACH AND VILLAS:
FOMOS CONHECER ESSE HOTEL/RESORT QUE TINHA OUVIDO FALAR MUITO E QUE FICA PRÓXIMO DE ONDE ME HOSPEDEI.
ELE OFERECE VÁRIOS RESTAURANTES MAS ESCOLHI ESSE POR SER NA BEIRA DO MAR E A ESPECIALIDADE SER COMIDA JAPONESA - PERUANA, COM MUITOS CEVICHES, SUSHIS E SASHIMIS.
LUGAR SUPER AGRADÁVEL, A SENSAÇÃO ERA DE ESTAR EM UM CLUBE NÁUTICO, COM COMIDA E SERVIÇO MUITO BONS.

KANAVI:
ESSE FOI O RESTAURANTE QUE ALMOÇAMOS INDICADOS PELO CAPITÃO DA LANCHA QUE ALUGAMOS.
FICA EM UMA ILHOTA LIGADA AO CONTINENTE POR UMA PONTE, ENTÃO HÁ ACESSO POR TERRA, NÃO NECESSARIAMENTE SÓ POR MAR.
É UM LUGAR DIFERENTE, RÚSTICO, MAS DE UMA BELEZA INCRÍVEL. O MENU ERA DE ESPECIALIDADES TÍPICAS GREGAS E TUDO ESTAVA DIVINO! FICAMOS SURPRESOS COM A QUALIDADE E O SERVIÇO SUPER ATENCIOSO EM UM RESTAURANTE QUE NUM  PRIMEIRO MOMENTO PARECEU SIMPLES DEMAIS! FOI UMA GRATA SURPRESA! 

GIOMA MEZE NA CIDADE DE AGIOS NIKOLAOS:
FOMOS UM FIM DE TARDE CONHECER AGIOS NIKOLAOS, A MAIOR CIDADE PERTO DO BLU PALACE ONDE ESTÁVAMOS HOSPEDADOS.
AGIOS NIKOLAOS É UMA GRAÇA, UMA TÍPICA CIDADE DE PRAIA EUROPÉIA, COM VÁRIOS RESTAURANTES, BARZINHOS,  PORTO E RUAS DE PEDESTRES.
O RESTAURANTE ESCOLHIDO FOI O GIOMA MEZE, ESPECIALIZADO EM TAPAS E COM UMA VISTA INCRÍVEL DE AGIOS NIKOLAOS POIS ELE FICAVA NA PARTE ALTA DA CIDADE.
O GIOMA É UM RESTAURANTE DESPRETENSIOSO, MAS UM CHARME! MESINHAS DEBAIXO DE UMA ÁRVORE, LUZINHAS, ALMOFADAS NA ESCADARIA DA RUA PARA QUEM ESTIVER ESPERANDO E COMIDA PARA SER COMPARTILHADA.
UMA EXPERIÊNCIA DELICIOSA! 

AGIOS NIKOLAOS
O RESTAURANTE

TAVERNA GIORGOS EM PLAKA:
AO LADO DO BLU PALACE HOTEL ONDE ME HOSPEDEI FICA UMA VILA DE PESCADORES CHAMADA PLAKA. É UM VILAZINHA MÍNIMA MAS UM CHARME SÓ! 
É TIPICAMENTE GREGA, COM LOJINHAS, BARES, RESTAURANTES E TAVERNAS ESPALHADAS EM TRÊS RUAS. AS CERÂMICAS ME ENLOUQUECERAM, QUERIA TUDO!!!! 
FOMOS A PÉ DO HOTEL PARA CONHECER UM DIA DE MANHÃ E VOLTAMOS DE TARDINHA PARA JANTAR. VALEU MUITO, ME SENTI EM UM FILME GREGO! 
TAVERNA GIORGOS ONDE JANTAMOS





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...